Episódio #25 – Alternativa de energia renovável para os transportes

Descrição:

A Geo Biogas & Tech nasceu da ideia e inconformismo de um pequeno time de empreendedores idealistas nos anos 2000 aqui no Brasil. Encantados pelo avanço da tecnologia da biodigestão e em como o biogás permite integrar toda a cadeia de produção no país e ainda ajudar na descarbonização do meio ambiente, eles aliaram o conceito alemão de geração de gás eficiente com o potencial da agroindústria brasileira, tropicalizando a tecnologia e trazendo para o Brasil a primeira planta de biogás do segmento sucroenergético, que já era maior que todas as plantas da Alemanha naquela época.

Na vanguarda das energias renováveis, a Geo Biogas e Tech se tornou líder no desenvolvimento da cadeira de biogás no Brasil, transformando de modo inovador resíduos orgânicos em energia elétrica limpa e combustíveis avançados, com escala e competitividade. A experiência e tecnologia aprimorada ao longo de mais de uma década permite oferecer soluções completas e sob medida para cada um de seus parceiros.

Propósito: Descarbonizar o planeta agora através da transformação da biomassa e de resíduos em energia limpa e riquezas.

A Biogas é uma plataforma global de tecnologia, produção, comercialização, logística de hidrocarbonetos verdes como fonte de energia renovável natural baseada no país com maior potencial agrícola e maior fonte de resíduos orgânicos do mundo.

Valores:

Comunicação clara.
Paixão por inovação.
Inteligência empresarial.
Temos sentimento de dono.
Fortes alianças com nossos clientes.
Sempre jogamos juntos.
Valorizamos a diversidade.

Alessandro Gardemann fundou a Geo em 2008, quando passou a se dedicar ao desenvolvimento do Biogás no Brasil. Foi um dos idealizadores da Associação Brasileira do Biogás (ABiogás), onde, atualmente, é o presidente. O executivo é formado em Administração de Empresas pela EAESP- FGV, tendo atuado anteriormente no mercado financeiro.

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional